Categorias
Institucional

Contato

[one_half]{loadposition contato}[/one_half]

[one_half]Todos os campos são obrigatórios.
Em breve retornaremos sua mensagem”

Fale Conosco pelos fones abaixo:

+55 63 99936-4284 / 99299-3797

 

LOCALIZAÇÃO

{mosmap width=’100%’|height=’340’|lat=’-10.5468397’|lon=’-46.4214215,15z’| zoom=’3’|text=’Estamos aqui!’}

 

[/one_half]

Categorias
Institucional

O Jalapão

Destino já conhecido pelos apaixonados pelo ecoturismo e turismo de aventura. Localizado no leste do Estado do Tocantins, a região encanta por suas águas abundantes, chapadões e serras com clima de savana, além da paisagem de cerrado, com direito a dunas alaranjadas, rios encachoeirados, nascentes e impressionantes formações rochosas.

A cada ano, cresce o número de brasileiros e estrangeiros que se aventuram rumo ao norte do Brasil em busca desse, que já é um dos principais destino do ecoturismo do país. Em meio a 34 mil km² de paisagem árida, a região é cortada por uma imensa teia de rios, riachos e ribeirões, todos de águas transparentes e potáveis.

Os visitantes começam os passeios a partir de Palmas (capital do estado), porém a maioria dos atrativos estão localizados próximo a cidade de Mateiros com três opções de chegada, pelas TO – 255 (Ponte Alta), TO – 030 (São Felix) e TO – 110 (Dianópolis), não recomendamos a visitação sem a companhia do guia ou condutor local, pois como se trata de uma região imensa de difícil acesso e pouca sinalização é necessário conhecimento e experiência local.

O nome Jalapão originou-se da planta Jalapa, espécie do gênero Ipomea purga Hayne, popularmente conhecida como batata de purga, utilizada pelo seu efeito purgativo. Na região existem vestígios de fauna e flora marinha, sedimentados ao longo do tempo, indicando que o Jalapão já foi fundo do mar o clima predominante é Tropical caracterizado por uma estação chuvosa de outubro a abril (mínima de 23° e máxima de 30°) e outra seca de maio a setembro (mínima de 18° e máxima de 35°). Dentre as espécies encontradas, algumas típicas do cerrado, estão as onças, veados, antas, emas, tatus, araras e etc.

Os atrativos garantem diversão o ano inteiro, seja no período chuvoso ou de estiagem, de acordo com o perfil e interesse do turista. Para os mais aventureiros, a região é ideal para prática de esportes, entre eles o Rafting, expedições Off Road e as trilhas a pé e de bicicleta.

Entre os atrativos mais procurados estão a Cachoeira da Velha, uma enorme queda d’água em forma de ferradura de aproximadamente 100 metros de largura e 15 metros de altura; as Dunas, cartão postal do Jalapão, composto por areias finas e alaranjadas que chegam a 40 metros de altura; os Povoados do Mumbuca e Prata, comunidades remanescentes de quilombos, cuja visitação possibilita ao turista vivenciar a cultura local; a Serra do Espirito Santo, formação rochosa onde é possível apreciar a flora da região; a Cachoeira do Formiga, um encantadora nascente de água verde-esmeralda; e os Fervedouros, com suas águas transparentes, nas quais é impossível afundar.

A preocupação em manter preservada essa incrível riqueza natural é representada pela presença de vários instrumentos de conservação, como o Parque Estadual do Jalapão, o Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba; a Estação Ecológica da Serra Geral do Tocantins; a Área de Preservação Ambiental (APA) Serra da Tabatinga; e a Área de Proteção Ambiental (APA) Jalapão.

Podemos contar com infraestrutura básica de pousadas, bares e restaurantes, postos de combustíveis, mercados, representantes bancários.  Porém a logística (acesso, comunicação e energia) não é favorável em período de alta temporada ocasionando superlotação, recomendamos agendar a visita com antecedência para evitar transtornos.